Projeto Euro-TM

 

O advento das arquiteturas multi-core causou uma rotura no desenvolvimento de software. Enquanto no passado cada geração de processadores apresentava execuções sequenciais mais rápidas, durante a última década, e no futuro, os processadores tornar-se-ão apenas marginalmente mais rápidos. Felizmente, a sua capacidade computacional vai continuar a crescer com o aumento do número de unidades de processamento paralelo que os futuros CPUs irão disponibilizar.

É então de máxima importância disponibilizar aos programadores de software abstrações e ferramentas para simplificar a programação paralela, e permitir explorar o potencial dos processadores paralelos modernos.

A abordagem comum à programação concorrente é baseada em sincronização com trincos. Infelizmente, desenvolver aplicações usando trincos é extremamente complexo por duas razões: 1) se o programador adopta a estratégia de usar poucos trincos cobrindo grandes áreas do programa, o nível de concorrência das aplicações é limitado, não sendo possível tirar partido do paralelismo oferecido pelas arquiteturas multi-core modernas; 2) o uso de trincos de grão fino, por oposição, pode melhorar o desempenho do sistema, mas aumenta a complexidade no desenvolvimento, verificação, manutenção e reutilização das aplicações.

A memória transacional surgiu como um paradigma de programação concorrente alternativa ao uso de trincos. Na memória transacional os programadores têm apenas de identificar os blocos de código que precisam de correr de forma atómica, e não como sincronizar os acessos concorrentes a estado partilhado (o que acontece com os trincos). Este mecanismo é totalmente transparente para os programadores, e aumenta a facilidade de programação, ao mesmo tempo que reduz o tempo e custo de desenvolvimento.

Lançada em 2011 e presidida pelo Prof. Paolo Romano do Grupo de Sistemas Distribuídos do INESC-ID, a Rede de Excelência Euro-TM é uma rede de investigação pan-europeia que liga unidades de investigação europeias a trabalhar na área de memória transacional. Criando uma ponte entre mais de 200 investigadores de 50 instituições de 17 países europeus, a Euro-TM tem como objectivo consolidar a investigação europeia neste campo importante, coordenando os grupos de investigação europeus que trabalham em aspectos interdisciplinares da memória transacional, incluindo fundamentos teóricos, algoritmos, suporte para hardware e sistemas operativos, integração da linguagem, e ferramentas de desenvolvimento e aplicações.

eurotm-members

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A Euro-TM realiza diversas atividades de disseminação com o objectivo de dar a conhecer resultados científicos e promover colaborações internacionais. Até agora, a Euro-TM já organizou oito workshops científicos internacionais, duas escolas doutorais, e eventos de disseminação na maior conferencia europeia de software de código aberto (FOSDEM 2014). É de realçar que esta rede conseguiu juntar investigadores não só da academia, mas também da indústria, através de todo o espectro de eventos.

European open-source conference FOSDEM 2014

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Do lado científico, a Euro-TM financiou dezenas de colaborações científicas de curto prazo entre diferentes unidades de investigação europeias, o que resultou na produção de várias publicações interdisciplinares em conferências e revistas científicas de topo. Investigadores da Rede de Excelência Euro-TM estão diretamente envolvidos em duas das evoluções recentes mais excitantes da área, nomeadamente o desenvolvimento de suporte para hardware nos processadores da IBM e Intel, e a normalização do suporte a nível de linguagem para C++.

Informação adicional sobre atividades científicas e de disseminação da Euro-TM podem ser consultadas no ser portal online:

http://www.eurotm.org

juntamente com ligações para material de estudo, ferramentas, projetos e eventos relacionados com a área.

PARTICIPADAS

123logo inesctec5